27
set
07

História e os Dez Mandamentos

logo.PNGNo último domingo (23/09), tive o privilégio de ouvir uma pregação do Pr. Gustavo Bessa, a quem muito admiro, e para minha surpresa, em sua introdução à pregação, ele falou sobre a nossa dificuldade de entender a história como um processo único.

Percebi isto como uma confirmação de Deus para este blog, para o que Ele tem me falado nos últimos dias. Temos que nos lembrar da nossa história!

Para começar, ele utilizou um excelente exemplo de um telejornal, onde vemos uma reportagem sobre um acidente com uma família e então começamos a nos condoer com a história, nos identificamos com os familiares, as vezes começamos até e interceder por aquela família, mas em questão de minutos a reportagem acaba e começa uma outra sobre as baleias Jubarte, e então somos entretidos por esta reportagem e tudo que começou se perde, e já esquecemos da reportagem anterior.

Hoje nossa vida está do mesmo modo, nos esquecemos facilmente daquilo que vivemos, temos que nos adaptar de maneira frenética aos acontecimentos que nos cercam, e como conseqüência, a nossa história se perde.

O Pr. Gustavo ainda fez uma menção aos acontecimentos do antigo testamento, nos lembrando, assim como o autor de hebreus (vide texto: “Diálogos de Ontem…”), que o mesmo Deus que atuou no Antigo Testamento, atuou no Novo Testamento e atua em nossas vidas hoje.

Ainda observou que muitos acreditam que o Deus guerreiro, como é apresentado no AT, não é o mesmo do NT, pois este último é um Deus compassivo e amoroso, esta observação me fez recordar de um livro que li recentemente que discute justamente sobre isso “Deus mandou Matar?” com edição do Stanley Grenz, que mais tarde postarei uma resenha por aqui; mas é certo que Ele é o mesmo ontem, hoje e sempre (Hb 13:8)! Jesus no NT é a revelação do Deus do AT, aquele mesmo Deus chamado de “Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó”, que inclusive sendo chamado assim, faz referência a uma continuidade histórica, a pessoalidade e a fidelidade deste Deus vivo!

Não podemos nos esquecer do que já aconteceu.

Prosseguindo a pregação, ele fez um panorama sobre os dez mandamentos, pois mesmo sendo escrito a tanto tempo e pertencendo aos livros do AT, regem a nossa vida. 

“Então falou Deus todas estas palavras, dizendo: Eu sou o SENHOR teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão.” Ex 20:1-2

Muitos de nós recordamos apenas das obrigações, regras e os “não” que os dez mandamentos nos trazem, mas logo no princípio, vemos justamente o “sim” do Senhor para nós, que mesmo sendo pecadores, recebemos sua vida, perdão e salvação.

“Não terás outros deuses diante de mim; Não farás para ti imagem de escultura” Ex 20:3-4

A exclusividade exigida pelo Senhor nestes mandamentos era acima de tudo para que ficasse claro que foi Ele que tirou o povo do Egito, assim como hoje Ele quer que fique bem claro que foi Ele quem perdoou nossos pecados e nos salvou. Deus deseja 100% de nós.

“Não tomarás o nome do SENHOR teu Deus em vão…” Ex 20:7

Este mandamento, acredito que nós faz reconhecer a importância deste nome, e em sinal de respeito não devemos tomá-lo em vão. (Ver Mt 5:33-37)

“Lembra-te do dia do sábado, para o santificar.” Ex 20:8

O Senhor nos proporciona o descanso, momento de nos dedicarmos a Ele e também aos nossos familiares. Como criaturas de Deus devemos observar seu próprio comportamento na criação do universo, onde no sétimo dia descansou. Nenhuma atividade deveria ser executada no sábado para que os servos também descansassem, assim como o Senhor resgatou os israelitas da escravidão no Egito.

“Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o SENHOR teu Deus te dá.” Ex 20:12

Este é o primeiro mandamento bíblico com promessa. Este mandamento reflete o desejo e o cuidado do Senhor com a família enquanto instituição. Neste mandamento, observamos obediência, cuidado e zelo como forma de honrar nossos familiares.

“Não matarás.” Ex 20:13

Sendo o Senhor o único doador de vida, Ele também deve ser o único a tirá-la. Todos os atos de injustiça que tendem a abreviar a vida; o espírito de ódio e vingança, ou a condescendência de qualquer paixão que leve a atos ofensivos a outros, ou nos faça mesmo desejar-lhes mal (pois “qualquer que aborrece seu irmão é homicida”); uma negligência egoísta de cuidar dos necessitados e sofredores; toda a condescendência própria ou desnecessária privação, ou trabalho excessivo com a tendência de prejudicar a saúde – todas estas coisas são, em maior ou menor grau, violação do sexto mandamento.

“Não adulterarás.” Ex 20:14

Adultério é apresentado de um modo geral, não sendo resumido apenas no adultério conjugal, mas também ao espiritual, como mencionado no primeiro e segundo mandamento. (Ver Gn 39:9)

 “Não furtarás.” Ex 20:15

Este mandamento exige a integridade do nosso caráter, tanto publicamente como particularmente, assim como o décimo mandamento. Esta é uma condenação direta ao furto e roubo. Deve ser observado ainda toda tentativa de proveito pela ignorância, fraqueza ou infelicidade de outros.

“Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.” Ex 20:16

A língua é uma arma que se não bem manejada, pode causar sérios danos, assim como se for utilizada sabiamente, pode causar benefícios incalculáveis. Jesus nos ensina como proceder sabiamente: “Seja, porém, a tua palavra: Sim, sim; não, não.” Mt. 5:37

“Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu próximo…” Ex 20:17

A desobediência interna (íntimo) equivale a desobediência externa. Devemos manter nossos pensamentos cativos a Cristo, logo isso afasta pensamentos errados.


0 Responses to “História e os Dez Mandamentos”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


"Lembrem-se dos primeiros dias, depois que vocês foram iluminados..." Hebreus 10:32
setembro 2007
D S T Q Q S S
    out »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Categorias


%d blogueiros gostam disto: