16
maio
08

Bem Aventuranças

Se sabeis estas coisas, bem-aventurados sois se as fizerdes.” Jo 13:17

O Sermão do Monte, também chamado Sermão da Montanha ou Sermão das Bem-Aventuranças, foi pronunciado por Jesus em um monte de Cafarnaum, dirigindo-se a todas as pessoas que o seguiam. Nele Jesus faz uma síntese das leis morais que regem a humanidade.

Acredito que era chegado o momento de fazer o sermão que abrangesse todos os ensinamentos feitos por Jesus até então, um esclarecimento formal de sua mensagem, e que os apóstolos deveriam saber de cor. Neste discurso se acha tudo o que necessitamos saber a respeito de Deus, da criação e da vida cotidiana, tanto naquela época como nas vindouras. Foi ali que Ele comunicou à humanidade inteira as oito regras básicas para todo o comportamento humano.

Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus:

Não é aquele que é pobre do ponto de vista material; não é aquele que se deprecia; não é aquele que é covarde; não é aquele que esconde seu talento. É aquele que reconhece que é: carente na esfera do espírito; que não possui as riquezas e os dons espirituais; que depende de Deus.

Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados:

O choro com valor é aquele de um arrependimento sincero ante o erro cometido, não só com relação ao próximo como com relação a Deus.

Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra:

Ser manso não significava ser um covarde servil, mas um crente na bondade de Deus e na benignidade do universo, mesmo quando a alma vive imersa no sofrimento e não vê razão para isso.

Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos:

Frutos de um relacionamento certo com Deus; é a justiça de caráter e de conduta; refere-se à busca pela libertação do homem da opressão.

Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia:

Misericórdia é uma disposição da alma, de ser semelhante a Cristo ao encarar amigos, inimigos, desprezados, e pecadores. É uma manifestação da conduta

Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus:

Deus deseja a verdade no íntimo. Ele quer criar em nós um coração puro (Sl 51.6,10). Os puros de coração são os inteiramente sinceros.

Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus:

Como filho de Deus, cada cristão deve ser um pacificador, tanto na igreja como na sociedade, se esforçando para viver em paz com todos, fazendo todo o possível para isso (Hb 12.14; Rm 12.18).

Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus:

Cada cristão deve esperar oposição, pois a popularidade universal está para os falsos profetas, assim como a perseguição para os verdadeiros cristãos (Lc 6.26).

Bem-aventurados aqueles que guardam os seus mandamentos, para que tenham direito à árvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas.” Ap 22:14

Abraços


0 Responses to “Bem Aventuranças”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


"Lembrem-se dos primeiros dias, depois que vocês foram iluminados..." Hebreus 10:32
maio 2008
D S T Q Q S S
« abr   jun »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Categorias


%d blogueiros gostam disto: