03
out
08

Coram Deo

“Todas as pessoas vivem perante a face de Deus; todos vivem Coram Deo. Entretanto, nós, cristãos é que fomos chamados ter essa consciência. Precisamos reconhecer que não há um só momento em que não devamos nos lembrar disso”. *

Este é um livro muito especial para mim. Gosto muito de ouvir as pregações do Pr. Gustavo e tive o privilégio de ouvi-las durante o período em que esteve na liderança da mocidade da Igreja Batista da Lagoinha (IBL), porém após sua mudança para a secretária de missões da nossa igreja, a oportunidade de ouvi-lo se tornaram raras e o lançamento deste livro, me proporcionou “matar” um pouco da saudade de seus sermões.

Neste livro, somos conduzidos através de citações de grandes personalidades cristãs, como Lutero, Jonh Wesley, Agostinho, e outros, a nos apaixonarmos pela palavra do Senhor, além de buscá-lo incessantemente e nos conscientizarmos de sua onipresença: “Nós precisamos compreender que se quisermos alcançar a mais profunda intimidade com Deus, devemos, hoje mesmo, nos comprometer a investir tempo no nosso relacionamento com Ele. Precisamos começar. Certamente, pouco a pouco, a medida que perseveramos a nos encontrar diariamente com o Senhor, notaremos que a nossa vida se tornou diferente e que começamos a nos parecer mais e mais com Jesus”. (p. 66*)

“O único lugar onde a pessoa pode encontrar a libertação do egocentrismo é na Igreja, na comunhão com outros irmãos. Isso é evidenciado, por exemplo, nos pequenos grupos. Nesses lugares, os cristãos podem se encontrar um com os outros através da mediação de Cristo. Ali, as pessoas experimentam o perdão, a cura, a restauração, o aconchego e, naturalmente, o poder do Evangelho: famílias desestruturadas são restauradas; casamentos despedaçados são renovados; pessoas perdidas são encontradas; jovens angustiados experimentam o perdão”. (p. 108*) Este livro me ajudou muito, principalmente neste aspecto da função dos pequenos grupos, apesar de não perceber minhas necessidades sendo supridas pelo grupo, percebi a importância de me inserir realmente na Igreja, e não esperar ser inserido. Às vezes é muito complicado dar o primeiro passo, enfiar a cara num grupo de pessoas que não conhecemos, mas é extremamente necessário.

Sou extremamente carente em relação a relacionamentos, sou consciente do quanto preciso de ajuda para crescer e melhorar em diversos aspectos, mas às vezes, percebo nas próprias igrejas o quanto o individualismo está presente e como as pessoas não estão dispostas a sustentar uns aos outros. Só mesmo um relacionamento íntimo com o Senhor para superarmos as falhas das organizações humanas que estamos inseridos.

No livro podemos ainda ler as maravilhosas “cajadadas” muito características do Pr. Gustavo, mas que nos fazem parar para pensar e aprender e crescer: “Talvez para o homem moderno, seja mais cômodo pensar em Deus como uma máquina, do que pensar nEle como uma pessoa. Uma máquina não tem feições, não se entristece conosco, não ponta as nossas falhas, não anseia por relacionamento, não nos chama para um diálogo e nem nos convida para um tempo de comunhão. A máquina é insensível e está sempre a disposição para que nós a usemos da maneira que quisermos. A pessoa não.” (p. 60*)

Para finalizar, gostaria de compartilhar o relato da conversão de Agostinho, lendo a Bíblia: “Agostinho, viveu muitos conflitos interiores durante a sua caminhada. Ele mesmo nos deixou o relato da sua história na sua autobiografia, as Confissões. Apesar do valor que dava aos tantos livros, estudos acadêmicos, filosofias e conhecimento, Agostinho entendeu que somente a Palavra de Deus é a plena Verdade. Somente ela tem o poder de mudar o coração e vida do ser humano. Ele mesmo foi mudado a partir da leitura das Escrituras. Quando ainda era ímpio, enquanto lia a Bíblia, o Espírito Santo lha revelou Cristo, quebrantando o seu coração e transformando-lhe os pensamentos”. (p. 35-36*)

A leitura é extremamente agradável e suave. Vale muito a pena para todos os apaixonados por Deus.

Abraços!

* BESSA, Gustavo. Coram Deo: vivendo perante a face de Deus. Belo Horizonte: Diante do Trono Publicações, 2007. 110 p.


0 Responses to “Coram Deo”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


"Lembrem-se dos primeiros dias, depois que vocês foram iluminados..." Hebreus 10:32
outubro 2008
D S T Q Q S S
« set   nov »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Categorias


%d blogueiros gostam disto: